Páginas

quinta-feira, 26 de maio de 2011

Hora do banho

 


Primeira semana de vida..


Hoje faz uma semana que meu anjinho nasceu, e nessa semana ele está menos inchado, bem menos.. rsrs Dorme o tempo inteiro, tenho que acorda lo para mamar, e mesmo assim ainda é uma guerra, pq ele dorme no peito. O umbigo caiu no quinto dia, e estamos só limpando com alcoól 70%, não durmo quase nada só quero ficar olhando pra ele!
Quem dá banho nele todo dia é o papai , eu dei banho só uma vez pq não teve jeito, mas confesso que tive muito medo..rsrs E o papai leva mais jeito.. a mão dele é bem maior que a minha..rsrs
Ele é muito bonzinho, não chora por nada.. quer dizer, só quando tira a roupa dele, ai ele resmunga um pouquinho, mas chorar, chorar, ele não chora nada..rsrs
É uma delícia ser mãe.. nunca imaginei o quanto eu poderia amar alguém, do jeito que eu amo meu filho!!

Esta semana usamos:
- 1 pct e meio de fraldas Turma da Monica RN
- Começamos um pct de lenços humedecidos Turma da Monica
- Começamos uma pomada Hipoglós Amendôas
- Alcoól 70%
- Sabonete Mamãe e Bebê
- Colônia Mamãe e Bebê

Bjinhos.. Lili do Luan

Amamentação

Logo que ele nasceu, ele não pegava meu peito, não tenho muito bico, e por ter tido cesária o leite não vem de imediato como no parto normal, no começo é só o colostro.. e como ele dorme muito está sendo uma briga amamentar, ele fica irritado, e eu agoniada por achar que ele está com fome.. Mas as enfermeiras do hospital ajudam bastante com a amamentação, elas são super atenciosas..

No dia em que recebemos alta do hospital ele mamou umas 5:00hrs, e viemos embora.. Em casa, fiquei o dia inteiro tentando dar de mamar, mas tudo sem sucesso.. ele não acorda.. Quando foi 20:00 hrs da noite, ele ainda não havia comido nada.. ai eu entrei em desespero.. comecei a chorar, e sem saber o que fazer.. e todo mundo aminha volta tambem ficou.. ai meu marido comprou uma lata de NAN, eu não ia deixar meu filho com fome por tanto tempo..

Quando o papai chegou, foi meu alívio, fiz uma chuquinha de leite e dei.. ele mamou tudinho.. e eu fiquei mais aliviada. Quando foi 5:00hrs da manhã novamente ai ele mamou no peito.. o leite enfim chegou.. graças a DEUS!! Agora está sendo mais fácil.. e eu não dei masi NAN pra ele, e nem vou dar, ele está cada vez mais gulosinho.. e eu estou amando amamentar!!

A primeira vez q eu te vi..

O dia começou cedo, nem dormi direito de tão ansiosa que eu fiquei.. o médico pediu para que estivessemos lá umas 7:00 hrs, mas meu marido mais ansioso do que eu queria sair de casa umas 5:00 hrs pra não pegar trânsito (detalhe: o hospital é 20 minutos da minha casa rsrs).
Saimos de casa 6:00 hrs, chegamos lá por volta de 6:20 hrs, e ficamos aguardando, o meu médico ainda não tinha chegado, estava tensa, nervosa, ansiosa, e muito feliz.. Não via a hora de acabar e ve lo logo!
Quando o mé dico chegou, nos comprimentou e já pediu com que a enfermeira me preparasse, me despedi da minha madrinha, e fui pra sala pré parto, me deram uma camisola aberta na frente para colocar, sapatinhos de pano e touca, me vesti, deitei na cama para o enfermeiro colocar o acesso no meu braço, vou te confessar que foi o que mais doeu de tudo que passei.. Estava pronta! E ainda mais ansiosa!!

Fui pra sala de parto, tudo muito descontraido, tinha rádio com música, os médicos falando de futebol, tudo muito espontâneo, o anestesista brincou comigo, e me apresentou a rack, e não é nada do que dizem! Não senti dor na aplicação, só uma leve picada e tudo já adormeceu, e ficou quente (pq estava muito frio).
O médico me deitou, colocou a sonda, e eu já não estava sentindo mais NADA, dá uma certa agonia, pq o cerébro comanda que as pernas se movam, mas nada acontece.. e isso é ruim..rsrs

Meu marido entrou na sala, e se sentou ao meu lado. Estava tenso, eu via no seu semblante.. A cirurgia começou, e eu só ficava aguardando o chorinho do meu principe, qd o médico disse: " Levanta pai, o neném vai nascer.." Meu Deus nem acreditei, que rá pido, que tranquilo..

E pronto ele nasceu.. mas chorar que é bom nada! Só resmungava, eu confesso que fiquei preocupada, mas todo mundo ficou falando que menino forte, que grande, que preguiçoso..rsrs
O meu marido ficou em pé perto do neném, e eu ansiosissíma pra ve lo, quando a mulher trouxe ele pra mim, eu NUNCA vou mesquecer daquele momento.. Ele veio quietinho, com uma bolinha de cuspe na boca.. Eu beijei sua mãozinnha, e disse: "Oi meu amor! A mamãe te ama!" E já levaram ele..

O médico sentou do meu lado, e começou a falar que a cirurgia tinha sido um sucesso, que ele era saudável, e forte, e grandão, que depois ele me via no quarto. E saiu.. Levaram o neném e meu marido saiu tambem, logo eu fui pra uma sala, para o efeito da anestesia passar.. e lá eu dormi...

LUAN SALES DE OLIVEIRA
Nasceu as 8:42 am, com 3.200 kl, e 48 cm

Ele é a cara do meu marido, completamente tudo: os olhinhos puchados, o narizinho, a boca.. tudo!! rsrs

segunda-feira, 16 de maio de 2011

Nos despedimos do barrigão!


Ai, acho que já estou com saudades do meu barrigão..rs
Hoje estamos nos despedindo do nosso barrigão, meu e do papai, então teve beijinhos, carinhos, fotos, e eu até chorei um pouquinho..rsrs Mas não de tristeza e sim de emoção.
Só de pensar que amanhã essa mesma hora meu filho estará nos meus braços, meu Deus q emoção!! Estou muito ansiosa pra ver seu rostinho, e saber se ele terá cabelo..rsrs loucura né..rsrs Mas é isso mesmo, estou curiosissíma pra saber se ele terá cabelinho..rsrs
Agora a noite ele está mexendo muito, não sei se ele está sentindo minha ansiedade, ou tambem está se despedindo de cada cantinho do seu porto seguro!
Não se preocupe meu filho, aqui fora não é tão quentinho qt ai dentro, mas mamãe vai te manter bem aquecido, e te proteger de TUDO!!

Eu te amo meu anjinho, e estou te esperando com muita alegria!!Até o proximo post amigas, mas com meu filho lindo aqui nos meus braços.. Bjinhos

sábado, 14 de maio de 2011

Arrumando as malas para maternidade

Como eu já sei que meu filho nasce terça feira (17/05), nossas malas já estão arrumadas. Apesar de achar que ainda falta alguma coisa lá vai oq tem nas nossas malas:

BOLSA DO LUAN:
- 6 conjuntos de bodies com 6 mijãozinhos
- 6 macacões
- 2 touquinhas
- 2 pares de luvinhas
- 1 pct de fraldas RN, mas se ele nascer grandão o papai vai ter que levar a P
- 1 pct de lenços humedecidos
- 1 xampu e 1 condicionador (da linha Mamãe & Bebê)
- 1 sabonete (da mesma linha)
- 1 xale
- 1 mantinha
- 5 fraldas de pano
- 2 toalhinhas de boca
- algodão e cotonete
- alcool 70
- escova de cabelo
- 1 chupeta RN e 1 prendedor (mas pretendo não usar)
- 1 toalha de banho
- E a saída de maternidade que o papai vai levar depois
- Kit manicure
- 1 pomada de assadura (hipoglós com amendôas)


A MINHA BOLSA:
- 2 camisolas com a abertura nos seios
- 1 soutien de amamentação
- 1 toalha de banho
- 1 pijama de frio
- xampu e condicionador
- 1 sabonete
- 1 creme de corpo
- 3 pares de meias
- absorvente (always noturno pct com 16)
- 1 desodorante
- maquiagem básica: baton, lápis e rimel
- protetor para os seios (concha)
- 1 par de bico de silicone para amamentação
- escova e pasta de dente
- 1 chinelo de pano
- 1 havainas
- 1 perfume
- 1 cinta


ALGUNS DETALHES: As toalhas de banho (minha e do Luanzinho, estou levando só uma, e depois o papai troca as molhadas, a máquina fotográfica com o cartão de memória vazio, e carregada.

NUNCA ESQUEÇAM: Os documentos, RG, CPF, a carteirinha do convênio, e o cartão do Pré Natal, no meu caso o hospital pediu a Certidão de Casamento e um Comprovante de Residência (acho que é para o registro)

Preconceito com a cesária..


Desde que eu engravidei, tinha decidido na minha cabeça que teria cesária. Tinha medo do parto normal, da dor, das histórias de tragédia que ouvi, de tanta coisa, que meu psicológico não estava e não está preparado pra enfrentar um parto normal. Quando conversei com a minha médica, ela me disse que eu fazia bem, pq o mais importante no parto, é o psicologico da mãe, se eu não estava preparada para isso, então que eu fizesse como eu queria. Quando eu postei aqui que minha cesária estava marcada, recebi algumas leves critícas, e me senti até vitíma de um certo preconceito de algumas mães blogueiras, que postaram em seus blogs as vantagens de ter parto normal, e coisas horríveis sobre cesária.

Queria deixar claro que cada pessoa é uma história diferente, e cada parto é único, mas acho que não são todas as pessoas que pensam assim. Sei que parto normal, a recuperação é muito melhor, que a dor é na hora, e etc e tal.. Mas sei tambem que as dores das contrações são horríveis, e se pode levar horas de trabalho de parto. Quem assistiu A LIGA (programa que passa na Band de terça feira), dessa última semana, foi sobre a "Super Mãe", e passou o parto de uma jovem que queria muito parto normal, pois ela sofreu 26 horas em trabalho de parto, e ainda não teve passagem, e o médico acabou fazendo cesária.

Existem histórias terrivéis sobre os dois partos, e se dermos ouvidos a isso, nunca terámos filhos!! Por isso digo e repito, não quero ser alvo de crítica, nem de "pitacos" sobre meu parto, eu tenho a tecnologia a meu favor, e não quero sentir dor. O mau da cesáriana e a recuperação, mas eu tenho um monte de gente pra me ajudar com o bebê, e a cuidarem de mim!

Só pq eu optei por ter cesária, eu serei menos mãe?? Chega de perconceito!! E antes de criticarem, torçam para que dê tudo certo!!
Bjinhos..

Testemunho..

Continuando..

Qd vc pensa que mais nada vai dar jeito em sua vida, que tudo está acabado, surge uma luz onde vc menos espera.. A minha luz foi um pastor da IURD, que me ajudou e muito a superar essa depressão, e conhecer Deus de verdade. Não foi só um, foram vários durante esses anos, mas ele em especial, cuidou de mim pessoalmente, e me guiou para que eu não cometesse mais nenhuma besteira. E ele é Pastor Jadson Santos, hoje ele se encontra na sede da Bahia, mas eu só tenho a agradecer, por tudo em que fez por mim, e me ajudou!



Eu já estava bem melhor depois q eu conheci Deus de verdade, e entreguei minha alma á Ele, mas depois que eu engravidei, passei a lutar não só mais por mim, e sim pelo meu filho, por ele não ter culpa de nada, e por querer sempre o bem do meu anjinho..

Hoje, estou muito bem, não tenho vontade de morrer.. muito pelo contrário, quero viver cada momento, e curtir, pq a vida é maravilhosa!!! E ser mãe então.. só completou essa vontade!!

Só estou deixando esse testemunho, pq quem sofre com essa maldita doença, precisa saber que tem jeito sim! E que Deus é a maior força que se pode encontrar..
Por isso meus amados, nunca se esqueçam de que não é Deus que nos dá as costas, e sim nós que esquecemos dEle, mas volte ainda dá tempo, ele é o primeiro a te dar a mão e te reerguer!!

Sigam na fé.. por mais difícil que seja!! Bjus

Depressão..




Gostaria de NUNCA ter conhecido essa "doença silenciosa", essa "doença do século" ou até mesmo essa "frescura".. Pq é assim q ela é mais conhecida pelas pessoas que não fazem nem idéia do que se trata.
Mas eu conheci, e conheço muito bem! Sempre tive algumas "leves" crises quando mais nova, nada com muita importância, coisas comuns de adolecentes (me trancava no quarto, não queria ver ninguem, isolada no meu mundo, etc e tal), mas conforme eu fui crescendo, percebi que eu não era tão forte assim, e me abalava e muito com algum problema, não sabia enfrentar nenhum tipo de dificuldade.

Qunado eu me casei, tinha 19 anos, e fui morar do outro lado da cidade, longe da minha mãe, família e amigos, em um lugar completamente desconhecido, e com pessoas em que eu não me sentia nem um pouco á vontade (a familia do meu marido), não sei o que aconteceu, nem muito menos por que aconteceu, mas uma tristeza muito profunda tomou conta de mim.

Era pra ser a fase mais feliz da minha vida, mas não era! Meu marido trabalhava de segunda a segunda, e eu ficava muito sozinha, em todos os sentidos. Nada me alegrava e eu sentia uma vazio enorme. Com o tempo isso só foi piorando, e a fase que era pra ser de lua de mel, quase se transformou em separação!

Eu só chorava, e vivia triste, sem vontade de fazer nada e até morrer, e mais uma vez eu digo: SEM MOTIVO APARENTE!
Meu marido, coitado, não sabia oq fazer comigo, e se culpava pelo q acontecia comigo. Mas nada melhorava meu ânimo.
Fizemos de tudo: nos mudamos novamente pra onde eu morava, para que eu ficasse perto das pessoas que eu amava, fiz tratamento com psicologo, passei com psiquiatra, fui pra igreja, me apeguei mais a Deus, mas no auge de uma crise, nem em Deus eu cria mais.. era tudo terrivél!!

Resumindo esse inferno, eu vivi por ele durante 5 anos, entre idas e vindas. Ás vezes estava ótima, mas uma noticia indesejada, me fazia cair novamente. eu vivia em uma inconstância...
Tentei o suicídio por duas vezes, ás duas tomando um monte de remédios, mas Deus estava olhando por mim, e não permitiu que acontecesse o pior. Quando alguém tenta o suicídio, o que ela mais quer na verdade é encontrar um jeito daquela dor acabar, e o único refúgio parece ser a morte!

Continuo no próximo post...

Cesária marcada..



Hoje eu fui novamente no médico e já marcamos a cesária.. será agora terça feira (17/05/2011) ás 8:00.
Confesso que estou aliviada, mas estou super calma, não vejo a hora, mas estou bem, pensei que ficaria mais ansiosa..rsrs Em compensação meu marido está louco.. kkkk

Já me disse que vamos sair daqui 3h da manhã pra não pegar trânsito.. é doido mesmo!! rsrs
Está toda hora falando nisso, e pergunta trinta vezes as mesmas coisas: "Pode tirar foto?", "Posso assistir o parto?", "Que dia vc vem embora?".. E a pior de todas: "O neném pode vir embora comigo?" kkkkkkkkkk Como assim?! O neném vem embora com ele e eu fico lá?! rsrs Ele está muito nervoso que nem está raciocinando direito..rsrs

Mas estamos muito felizes, e segunda feira vamos tirar o dia pra gente, vamos ficar sozinhos e namorar bastante, afinal será nosso último dia antes do Luanzinho chegar em casa..

Então até lá.. qd eu voltar pra contar do nascimento dele.. bjinhos meninas, e orem por mim!!

terça-feira, 10 de maio de 2011

Especial dia das mães..

Não vou começar este post como tradicionalmente as pessoas fazem nesta data, vou começar com uma pergunta q até lógica.. "Depois q vc é mãe, seu relacionamento mudou com A SUA mãe??"

Pois o meu mudou e muito.. Eu sou filha única de pais separados, e minha mãe não sabe ler nem escrever, é empregada doméstica, e manicure, e meu pai sempre foi um safado, pilantra, e ela sempre ralou muito pra me sustentar, eu nunca tive as melhores roupas, nem os melhores brinquedos, mas me orgulho muito da mãe guerreira q tenho!!

Na adolescência eu fui um pouco rebelde, comecei a trabalhar com 16 anos, e achava q era a dona do mundo, pq consegui comprar meu primeiro tenis de marca com meu próprio dinheiro.. Grande coisa!! Mas hoje eu acho isso, pq cresci, amadureci, me casei, e estou me tornando MÃE!!

Eu e minha mãe não tivemos o melhor dos relacionamentos, eu a culpava por meu pai não morar com a gente, por ser a única da turma q tinha pais separados (na minha época, não era tão "normal" qt é hoje), achava q era tudo culpa dela, e era completamente fascinada pelo meu pai.

Conforme eu fui crescendo, e fui vendo a realidade e o sofrimento q ela passava pra me criar, completamente sozinha, eu passei a admira la, e ser mais maleável com ela. Depois q eu casei então.. vixi.. vi de verdade a falta q eu sentia dela, fui morar um pouco longe, e mais próximo a familia de meu marido, o q fez eu relamente repensar em o qt ela é importante pra mim! Entrei em depressão logo de cara, e logo voltei a morar perto dela, oq me fez muito bem!!

Hoje, ainda grávida do meu primogênito, vejo o qt ela é importante na minha vida, o qt ela se anulou, e se esqueceu de seus próprios sonhos e vontades para viver por mim, e o pior: O qt eu não valorizei nada disso!! Hoje eu acordei, e ainda tenho tempo pra dizer tudo isso a ela, o qt ela é importante, e o qt eu a amo. Mas e quem não teve essa oportunidade? Q dor só de pensar!!

Quero desejar a todas as mamães e futuras, um feliz dia das mães, e dizer q mesmo sendo novidade para nós, e estamos euforicas para nossas "surpresas" do dia, não se esqueçam de quem sempre esteve do nosso lado, e sempre estará, independentemente das "burrices e cabeçadas" q dermos nesta vida!!

Feliz dia da mães: MÃE!!

quarta-feira, 4 de maio de 2011

E o ciúmes, como fica?


Tenho dois filhos cachorros, e eles são tratados como filhos mesmo. Tenho um macho, o Titché, q é um doce de cachorro, obediente, carinhoso, calmo e tem 5 aninhos. Tambem tenho uma femêa, a Belinha, q é completamente o oposto, é ligada nos 220, não para quieta nenhum segundo, pula mais alto q um canguru, brinca o tempo inteiro, e é mais brava, mais escandalosa, e tem só 1 aninho.

Os dois são muito apegados a mim, mais do q o pai, são meus "puxa saco" rsrs, o Luiz tem até ciúmes..rsrs E eu vira e mexo tenho esse pensamento: "E como vai ser qd o Luan chegar?"

As pessoas dizem q o amor vai mudar, q eu não vou mais ligar para eles, q eles vão rejeitar a criança, e dizem até q eles podem morrer de tristeza!! Deus me livre guarde, eu amo meus cachorros e não quero nem pensar em nenhuma dessas hipotéses, eles fazem parte da minha vida, da minha família, e não quero q mude nada, muito menos o amor q sinto por eles. pq até mesmo de muito antes, eles q foram e são meus verdadeiros companheiros..


Quero q eles sejam amiguinhos do Luan, e não o vejam como um estranho, quero q eles cuidem e amem brincar com ele, assim como é comigo, será q eu consigo?

Eu amo tanto meus mascotes, e não quero q as coisas mudem, quero mesmo é ter um monte de histórias engraçadas para contar do Luanzinho com eles.. rsrs

E vcs amigas, como passaram por isso?? O relacionamento mudou??

Bjus e até mais..

Tudo incomoda..

Cada semana q passa tudo piora..Meu Deus, parece q não vai ter fim!!
  1. Se eu andar um pouquinho a mais, a fádiga toma conta do meu corpo,
  2. Subir escadas (mesmo poucos degraus) cansa tanto..
  3. Vou ao banheiro o dia inteiro,
  4. E a noite então..aff,
  5. Pareço uma patinha andando.. rsrs
  6. Não tenho roupas q caibam, e já estou enjoada das q (ainda) cabem..
  7. Meu pé parece dois pãozinhos, e não aguento mais usar "chinelinhos",
  8. Não tenho posição pra nada, tudo dói, sentada por muito tempo? Nem pensar..
  9. Não consigo colocar meias sozinhas, elas ficam toda torta no meu pé,
  10. Se eu pudesse dormiria o dia inteiro, mas a noite fico inteira acordada,
  11. Não tenho posição pra dormir, viro o tempo todo de lado,
  12. Não sei mais oq é sentir um abraço bem forte do meu marido,
  13. Fico constantemente entalada na cama e preciso de ajuda para levantar..rsrs
  14. Meus dedos das mãos parecem umas linguiçinhas de frango (meu marido q disse rsrs)
  15. Ficar assistindo aula na faculdade é uma tortura: a cadeira é dura, a aula cansa, o prof é chato..
  16. Postar no Blog é uma guerra, tenho q fazer rascunhos antes de sentar na frente do micro pra aguentar,
  17. O tempo nunca passa..
  18. O tempo passou rápido demais..
  19. Não tenho pasciência como antes,
  20. Mas tenho toda pasciência do mundo pra ficar horas no quartinho do meu Luan, olhando trinta vezes as mesmas coisas..

Vc me pergunta do q eu me arrependo?? E eu respondo: De não ter sido mãe antes!!

A minha vida mudou completamente, mas não há nada nesse mundo q pague a satisfação de saber q vc está gerando um ser celestial dentro do ventre, e q logo mais ele estará aqui pra recompensar cada vez q ele enfiou o pezinho na sua costela, e as noites sem dormir, e toda dor fisíca, com apenas um sorriso!!

Bjus, a mãe mais feliz do mundo!!

Sem aliança.. parece q falta um dedo!






Estou mesmo muitooo inchada, qd eu acordo meus dedos das mãos estão doendo.. Fui na consulta de pré natal, e a médica mandou tirar a aliança, pq seria melhor tirar agora do q ter q quebra la depois.

Quando estavamos voltando pra casa eu perguntei pro meu marido: "Posso tirar a aliança?" E ele me respondeu rindo: "Claro vida, vc deve!" E eu dei risada, por um momento pensei q ele não fosse gostar, mas depois pensei q boba eu, rsrs

Qd cheguei em casa tirei a liança e guardei na caixinha em q ela veio, junto com um anel de pedra solitário q ele me deu junto, pensei em usar em uma corrente, mas sou muito desastrada, e tenho medo de perder..

Agora estou sem aliança, mas parece q me falta um dedo na mão..rsrs

bjus

terça-feira, 3 de maio de 2011

Eles grávidos..

Gente, qd eu vi amei e rachei de rir..


 O interessado

"Essa eu sei responder!"
O típico nerd ou CDF. Geralmente sabe tudo sobre gravidez, enche o saco da mulher para mostrar que aprendeu uma porrada de coisa e sempre é o primeiro a dar pitaco quando perguntam algo sobre o assunto. Esse tipo de grávido geralmente têm moral com as gestantes e são a pedra do sapato para os grávidos ausentes.

  



O ausente

"Gravidez, onde?"
Esse tipo se faz de desentendido e passa a impressão de que a gravidez não  é com ele. Os familiares da grávida o odeiam por não darem a atenção que a gestante merece.
São os arqui-inimigos dos grávidos interessados. Essa rivalidade entre eles começou quando uma mulher de um grávido ausente o comparou a um grávido interessado durante um almoço de família.



O machão

"Chega mais, gorducha!"
Esse grávido tem o maior indice de reprovação entre as mulheres. Para eles, o homem que é homem não toma mel, come a abelha. São rudes e estão sempre se aproveitando da pobre gestante. O sonho deles é ter um filho homem. O filme predileto para a maioiria deles são do gênero guerra, ação e terror. Tendo um grande destaque a sequência do Shrek.

O egocêntrico 

"Para de frescura, ô mulher!"
Sabe  aquele óleo que as grávidas usam para não ter estrias? Sabe  aquele vestidinho mais confortável que ela vai pecisar muito? Sabe aquele desejo de hambúrguer que ela vem falando a dias? Sabe os enjôos que elas tanto sentem? Para eles, isso não passa de um monte de frescura inventada por elas e quem na verdade sofre são eles.



 O abandonado 

"Está acontecendo alguma coisa de errado?"
O caso deste grávido, é muito, mas muito complicado mesmo.
Pensa a todo instante que a mulher já não liga mais para ele e que o bebê roubou o seu lugar. Nunca está satisfeito com a atenção dada pela grávida e tem sempre a mesma conversa de que ela está um pouco diferente. 




O superprotetor

"Só não vai tomar sereno, hein amor?"
Um tipo bastante clássico entre os homens. Preocupam-se mais com a gravidez do que a própria grávida. Gostam comandar o que elas comem, aonde elas vão e as roupas que vão usar. Costumam achá-las irresponsáveis quando não acatam suas ordens.










Meu marido se encaixa no SUPERPROTETOR, chega até ficar "chatinho" com tanta proteção..rsrs
E vcs onde se encaixam? Ou encaixam o maridão?


Bjus

Fonte: MM - Pais de Primeira Viagem (www.mmppv.blogspot.com)

segunda-feira, 2 de maio de 2011

Signo dos Bebês..

 
 
 
O bebê de Áries (21/03 a 20/04): Este é um bebê bastante ativo e cheio de energia. Pode ser que ele demonstre uma força muscular acima da média e faça movimentos precoces para sua idade. Áries não tem tempo a perder e esta criança quer explorar tudo rapidamente. Ela não necessita de muito tempo de sono. E também não se preocupe se o pequeno ariano tiver pouca paciência para longas mamadas ou refeições completas. Esse é seu ritmo. Ele fica inquieto e entediado logo, precisando mudar rapidamente seu foco de atenção. Afinal, é atraído pela velocidade. Gosta dos brinquedos que correm e tem pressa para se deslocar. O bebê de Áries tem tendência a febres altas e seu principal ponto de sensibilidade é a cabeça, já que ele “se atira de cabeça na vida”. É sujeito a cortes, batidas e dores nessa região.
 
 
 
 
O bebê de Touro (21/04 a 20/05): O bebê de Touro precisa de conforto. Tudo o que é macio, aconchegante e acolhedor o deixa feliz. Touro gosta de rotina. Assim, se sente seguro ao ter horários certos para banho, mamadas, refeições e sonecas. Não o apresse. Guloso e dorminhoco, o taurino precisa ser bem alimentado e descansar o suficiente ou se torna instável. Sua segurança emocional está ligada à tranqüilidade do ambiente e à posse dos objetos que o cercam. Esta criança precisa ter certeza de que algumas coisas são só suas: o quarto e os brinquedos, por exemplo. Na hora de organizar seu enxoval, deve-se, além do conforto, levar em conta a beleza. Touro tem sensibilidade na garganta, estando dessa forma sujeito a inflamações e infecções nessa região. É um dos bebês que mais apreciam massagens como a shantala, porque adora ser tocado
 
 
 
O bebê de Gêmeos (21/05 a 20/06): Ele é muito ativo, tanto no físico quanto na mente. Permanecer muito tempo na mesma posição ou num só local o deixa entediado. O geminiano adora movimento e quer mexer em tudo. Assim, este bebê precisa de uma supervisão atenta, porque sua curiosidade pode levá-lo a situações de perigo, em poucos segundos. É preciso cuidar bastante da qualidade dos estímulos visuais e auditivos que o cercam, pois ele absorve e aprende tudo muito rapidamente. Comunicação é a palavra-chave deste signo. O vocabulário usado com o bebê de gêmeos será reproduzido de forma surpreendente. Uma casa em que se conversa e que se lê muito é seu ambiente ideal. Sua sensibilidade está concentrada no sistema respiratório, o que o torna bastante sujeito a resfriados e alergias respiratórias. 
 
 
O bebê de Câncer (21/06 a 21/07): O pequeno canceriano é um dos bebês mais emotivos do zodíaco. O que ele mais deseja é receber mimos e carinhos. Sua segurança emocional vem da rotina e da estabilidade de quem cuida dele. É uma criança caseira, que não gosta de muita agitação e que cria fortes vínculos com as pessoas que fazem parte do seu cotidiano. É sensível às trocas de babá, berçarista, pediatra e a todo tipo de mudança em geral. Este bebê vai gostar de histórias e teatrinhos desde cedo, pois sua capacidade imaginativa é muito grande. O estômago dos pequenos cancerianos é delicado. Eles podem ter intolerâncias alimentares, refluxos e enjôos ao passear de carro. Alimentar-se muito ou pouco demais são formas inconscientes dos cancerianos chamarem a atenção, especialmente das suas mamães.
 
 
O bebê de Leão (22/07 a 22/08): Um verdadeiro reizinho da família – assim pode ser definido o leonino de fraldas. Este bebê adora ter público para assistir suas gracinhas e travessuras. Desde cedo, é cheio de atitude e centraliza os olhares. Ele não sabe ficar em segundo plano e vai fazer de tudo para chamar a atenção dos pais se achar que seu reinado está sob ameaça. Leoninos são sedutores e seu bebê vai mostrar logo do que gosta e o que deseja, esperando ser prontamente atendido por seus súditos. Ele é atraído por tudo o que é vistoso e sofisticado. Bebês de Leão também têm boa vitalidade, muita energia e disposição física. Em geral suportam bem as altas temperaturas – mesmo com febre, brincam alegremente. Mas podem adoecer ao sentir que não estão recebendo a atenção desejada. Têm sensibilidade nos olhos, sujeitos a alergias e irritações. 
 
 
O bebê de Virgem (23/08 a 22/09): O pequeno virginiano gosta de ordem e rotina. Não por menos. É atento a detalhes que você nem imagina que existem. Este bebê desconfia de muita graça para o seu lado, porque não sabe se estão rindo para ele ou dele. Tímido e modesto por natureza precisa ser lembrado, desde pequenino, de que é importante e cheio de qualidades. Virginianos se concentram com facilidade e podem ficar bastante tempo observando a mesma coisa ou repetindo uma brincadeira. Essa criança pode chorar excessivamente quando se perceber suja, molhada ou melecada. Não é exagero. O virginiano necessita, inconscientemente, estar limpo para se sentir bem. Ele está apenas sinalizando para você que quer de uma mãozinha, o quanto antes. O intestino dele em geral é preso, refletindo seu temperamento contido
 
 
 
O bebê de Libra (23/09 a 22/10): Harmonia é tudo para o bebê de Libra. Isso se refere tanto à decoração do seu quarto e da sua casa, nos quais devem predominar cores suaves e estampas delicadas, quanto ao relacionamento entre as pessoas da família. Os librianos simplesmente detestam atritos e desordem. Sua disposição vai diminuindo em ambientes bagunçados e desarmônicos. Charmosos e afetuosos, eles adoram ter alguém por perto, porque, desde pequenos, precisam se relacionar com o outro. Este vaidoso bebê gosta de ser admirado e precisa de um enxoval caprichado, em que o bom gosto e o equilíbrio predominem na escolha dos tons e das estampas. Os rins são o ponto de sensibilidade de Libra. Seu bebê vai ingerir muito líquido e pode ser que suas fraldas vazem de vez em quando. 
 
 
 
O bebê de Escorpião (23/10 a 21/11): Este é o mais misterioso bebê do zodíaco. Desde cedo, seu olhar profundo parece revelar a intensidade da sua personalidade. Ele percebe mais do que aparenta. Sabe instintivamente tudo o que se passa em família e qual é o ponto fraco das pessoas, sem que ninguém lhe diga nada. O pequeno escorpiano envia sinais de que é controlador e de que gosta que as suas vontades sejam atendidas. Trata-se de uma criança que reage bem às mudanças, pois a transformação faz parte da sua natureza. Sua capacidade de recuperação é excelente, desde que ele descanse bastante. É um bebê sujeito a infecções, com sensibilidade no sistema urinário e no intestino. Ele pode ter muita facilidade ou muita dificuldade nos processos de eliminação, como transpiração, vômito, diarréia e até mesmo o choro.
 
 
 
O bebê de Sagitário (22/11 a 21/12): O bebê de Sagitário precisa de muito espaço – no berço, no quarto e em casa. Ele parece sentir-se maior do que realmente é e simplesmente não suporta ficar apertado e sufocado em ambientes pequenos, fechados, ou vestindo roupas de golas altas, cheias de botões. O pequeno sagitariano gosta de se aventurar e de explorar novos espaços, sem se intimidar com o desconhecido. Passeios ao ar livre, visitas a parques ou zoológicos e viagens são o que ele mais aprecia. Nas viagens longas de carro, o pequeno centauro precisa de pausas para sair da cadeirinha e sentir-se solto. Este bebê não faz questão de muitos dengos e paparicos. Ele prefere que o deixem à vontade, descobrindo o mundo à sua volta. Sua sensibilidade está nas coxas, quadris e no fígado. É bom acostumá-lo a ingerir pouca quantidade de açúcar. 
 
 
 
O bebê de Capricórnio (22/12 a 20/01): O capricorniano em geral é reservado e não quer ser exibido pelos pais como um troféu. Este bebê é sério e não gosta de passar pelo colo de muitas pessoas. O contato físico é importante para ele, mas o bebê capricorniano escolhe quando e como quer recebê-lo. Preste atenção nele e procure decifrá-lo. Os capricornianos têm dificuldade de expressar suas emoções e vontades. Mantenha seus brinquedos e objetos organizados e ele se sentirá seguro. Sorria muito, sempre, mesmo que ele esteja sisudo. Assim você o ensinará que a vida não precisa ser levada tão a sério. Seu bebê pode não demonstrar, mas gosta de massagens relaxantes. Seus pontos de sensibilidade são a pele, os joelhos e os ossos. Tenha paciência quando os dentinhos começarem a nascer, porque ele sentirá bastante. 
 
 
 
 
O bebê de Aquário (21/01 a 19/02): O bebê aquariano é sempre diferente, e de alguma forma, surpreende os pais. Ele pode escolher posições engraçadas para brincar ou para dormir, e ter preferências pouco comuns, em termos de alimentação e de diversão. Dê a ele brinquedos originais. Este bebê precisa de áreas livres para se movimentar e sentir-se independente. Uma decoração rebuscada em casa e no quarto só vai atrapalhá-lo. O aquariano gosta de ter sua rotina alterada, com improvisos e novidades. Sua atividade mental é tão intensa que ele pode ter dificuldade para dormir. Prepare um ambiente calmo e silencioso, com iluminação suave. Um banho morno, com sabonete de aroma relaxante vai ajudá-lo a desligar a mente e descansar. Sua sensibilidade está no sistema circulatório e nas panturrilhas, portanto, deixe-o se mexer livremente. 
 
 
 
O bebê de Peixes (20/02 a 20/03): Este bebê é sensível e encantador. Ele ainda está profundamente ligado à vida intra-uterina e parece ter algo de mágico em seu olhar. O bebê de Peixes chora com facilidade e demora a parar. A música é uma ótima alternativa para tranqüilizá-lo e alegrá-lo. O pequeno pisciano absorve com facilidade a energia dos ambientes onde está, seja ela positiva ou negativa. É bom evitar permanecer muito tempo com ele em locais em que estejam predominando emoções pesadas e conflitos. Ele pode ficar bastante inquieto ou até adoecer sem explicação. As sonecas são muito importantes, porque tem mais necessidade de descanso que os outros bebês. As extremidades do seu corpo são especialmente sensíveis. Ou seja, os pezinhos do seu bebê de Peixes sofrem com sapatos desconfortáveis, por mais lindos que eles sejam. 
 
 
 
Fonte: http://bebe.abril.com.br/familia/entretenimento/signo-bebes.php
 

Signos dos Pais


 


Áries
Cheio de vitalidade e de grande iniciativa em quase todas as situações, o pai de Áries gosta de ser sempre o primeiro a saber das coisas. Está sempre disposto a defender o filho, mas gosta de ter a última palavra, especialmente quando está nervoso.

Pai famoso de áries: Pedro Bial


Touro
Trabalhador, procura se esforçar para dar de tudo aos filhos. Amoroso, sempre interessado no que o filho está fazendo, o pai taurino fica bastante zangado quando é o último na família a saber das coisas.

Pai famoso de touro: Dinho Ouro Preto


Gêmeos

Em geral, é do tipo moderno, que gosta de andar na moda, brincar, jogar videogames e ler. Procura sempre incentivar os filhos à leitura, seja de jornais, revistas, livros. Talvez por isso, fique bravo se alguém faz barulho quando está lendo.

Pai famoso de gêmeos: Chico Buarque


Câncer
Do tipo protetor, parece sempre estar de olho no comportamento dos filhos e preocupado com o conforto deles. Gosta de dar palpite e até se coloca no papel de psicólogo quando o filho precisa. Mas também brinca bastante e é cheio de imaginação.

Pai famoso de câncer: Gilberto Gil


Leão
Elegante e moderno, gosta de curtir a vida e está sempre incentivando os filhos a se esforçarem para vencer. Sente orgulho que isso acontece e não poupa apoio. Mas não é muito dado a falar mais de uma vez sobre um assunto e raramente volta atrás em suas decisões.

Pai famoso de leão: Zezé Di Camargo


Virgem
Disciplinado e metódico, o pai virginiano sai do sério quando se defronta com a desorganização dos filhos dentro de casa. É muito preocupado com aspectos ligados à educação e à saúde. Citando a si mesmo como exemplo, é sempre exigente com os filhos.

Pai famoso de virgem: Ronaldo


Libra
Procura investir em seu charme e elegância, mas às vezes posa do tipo intelectual. Na relação com os filhos, é o verdadeiro amigão. Para ele, o diálogo é a base para manter qualquer relação equilibrada. Gosta que os filhos lhes contem tudo, mesmo quando o assunto são as coisas erradas que fizeram.

Pai famoso de libra: Marcos Frota


Escorpião
Ciumento e desconfiado, parece estar sempre vigiando os filhos, sempre preocupado com as coisas que lhes acontece. Procura incentivar as pessoas a praticar esportes radicais e a realizar passeios ecológicos, duas de suas atividades preferidas.

Pai famoso de escorpião: Marcelo D2

Sagitário
É o pai que demonstra estar sempre interessado na educação e evolução dos filhos, acompanhando e incentivando estes a ampliar seus conhecimentos. Aberto ao diálogo, é também um pai do tipo esportista, que gosta de viajar e estar próximo à natureza.

Pai famoso de sagitário: Silvio Santos


Capricórnio
Embora aparente não ser muito de brincadeiras, está sempre disposto a ouvir os filhos e atender as suas necessidades, na medida do possível. É afeito a cobrar responsabilidade e exigir que os filhos aprendam a distinguir o certo do errado desde cedo.

Pai famoso de capricórnio: Luciano Szafir


Aquário
Sonhador, está sempre planejando o que fazer no futuro. Como gosta muito da liberdade, também procura deixar seus filhos à vontade, mas adverte quanto aos perigos e sempre cobrando responsabilidade em todos os atos. É um pai próximo e, muitas vezes, amigo até mesmo dos amigos dos filhos.

Pai famoso de aquário: Robinho


Peixes
A intuição é uma de suas maiores virtudes. Por isso, parece que sempre descobre o que os filhos estão aprontando. É um sonhador, daqueles que pensam sempre que podem fazer mais pelos filhos. Para ele, tudo deve ser resolvido na base do diálogo. Mas odeia falar a mesma coisa mais de uma vez.

Pai famoso de peixes: Branco Mello

Signos das mães







Horóscopo das Mães

Áries 21/3 a 20/4
A mãe ariana é cheia de vitalidade. Para ela, não há barreiras nem empecilhos: vai rolar com o filho na grama, jogar bola, brincar com o bicho de pelúcia e virar cambalhotas para diverti-lo. Não encontra nenhuma dificuldade em mergulhar no mundo colorido do bebê, estimulando-o a seguir seus impulsos criativos. É também uma mulher corajosa, que lutará como uma verdadeira guerreira por seu filhote, aconteça o que acontecer. Apesar de extremamente apaixonada, pode encontrar alguma dificuldade em verbalizar seus sentimentos.
Ativa, enérgica e auto-confiante, a mãe ariana prima pela celeridade: tudo precisa ser feito "para ontem". Aprecia o desafio e não teme a solidão. Realiza-se naquelas áreas profissionais onde possa "brigar" por alguma coisa, tipo Direito, não obstante a morosidade, uma vez que não suporta quaisquer tipos de sujeição. Se conseguir superar a onipresente suspeita de eterna auto-subestimação, conscientizando seu oposto, Libra, "a negociação", relaxará e desfrutará mais resultante da sua fertilíssima ação.
Corajosas e impacientes, as mães nascidas sob o signo de Áries não gostam de perder tempo. São líderes natas, e são elas que colocam a casa em Áries. Elas podem ser bastante impulsivas, por isso, não se zangue se mudarem de idéia a cada cinco minutos. Para agradar a mãe ariana, nada de presentes caros e exibidos, elas preferem alguma coisa que as desafie e as faça pensar.
A orientação da astróloga: Por ser tão ativa, essa mãe deve tomar cuidado para não impor seu ritmo ao bebê - ele não dará conta, tornando-se irritadiço. É preciso respeitar as necessidades do pequenino para que ele se desenvolva com tranqüilidade. Também é bom lembrar que os exageros da mãe podem dar à criança, à medida que ela vai crescendo, a impressão de que também pode tudo, prejudicando a noção de limites. Uma boa idéia é dedicar parte do tempo a alguma atividade esportiva, descarregando assim o excedente de energia sem afetar o bebê. Se preferir, busque uma atividade que sirva a ambos e tenha o aval do pediatra, como natação direcionada para mães e bebês. 


Touro 21/4 a 20/5
Esse signo simboliza a fertilidade, a força e a determinação. Portanto, quando a taurina optar pela maternidade, estará comprometida com ela de corpo e alma. Será uma mãe segura, inabalável e paciente, capaz de embalar longamente o filho até que se acalme e adormeça. Os bebês de mães taurinas tendem a ter mais dobrinhas, pois ela estará superatenta às necessidades deles e sempre pronta a oferecer suculentas mamadeiras e papinhas. Contará histórias que alimentarão a imaginação da criança. Adora demonstrar amor com beijos estalados, abraços e afagos sem fim.
Comumente carinhosa, táctil e afetuosa, a mãe de Touro exige-se ser produtiva e provedora, constante organizada, passando uma sadia imagem de serenidade e controle para o filho. É exigente em relação ao alinho e ao apuro, já que Touro é regido pela Vênus. Pode ser reticente a se "desgrudar" do filho, uma vez que é bastante possessiva. Tendência a mimar o filho, tornando-o algo acomodado, reclamante de "mordomia". É importante acreditar na perenidade da afeição filial inobstante a proximidade espacial. A mãe taurina precisa "ser precisada" e quando isso não mais ocorre, ressente-se em demasia. Ela pode; e merece, ser amada se ser "precisada", portanto não há razão para grandes, ainda que salientes, dramaturgias.
Coisas caras e bonitas são o que realmente atraem as mamães nascidas sob o signo de touro. Teimosas e um pouco possessivas, pode ser difícil libertar-se de suas asas, já que gostam de proteger e mimar, às vezes um pouco demais. São bastante práticas e nada sonhadoras. Gostam de ver os resultados, e receber recompensas por seus esforços. Jóias, obras de arte e um bom almoço agradam com certeza. Para os que não podem gastar tanto, abraços e beijinhos, que as taurinas também não dispensam.
A orientação da astróloga: A mãe de Touro tem um ritmo mais lento e não gosta de se sentir pressionada. Por isso, é bom não comprometer demais a agenda, de modo que possa dar ao bebê os cuidados de que ele precisa e do jeito que ela curte. Embora seja muito resistente, o cansaço acabará por manifestar-se no aspecto físico. Tente relaxar quando possível ouvindo música ou mesmo ocupando-se de artes. Esteja atenta também a uma boa alimentação rica em vitamina E, importante para o equilíbrio da taurina. Deixar o bebê é muito difícil para essa mulher, possessiva e ciumenta. Isso pode criar dificuldade de adaptação com pessoas que queiram ajudar. Quando os filhos saírem para o mundo, ela tenderá a viver a "síndrome do ninho vazio" - uma razão a mais para não abandonar projetos pessoais. 



Gêmeos 21/5 a 20/6
Versátil, flexível e inteligente, a mãe desse signo se preocupará desde muito cedo com a boa educação da criança abrindo-lhe todas as portas na busca pelo conhecimento. Vai alimentar constantemente a curiosidade do bebê pelo mundo dando nome a tudo o que o cerca, providenciando choca­lhos surpreendentes e móbiles coloridos. É o tipo de mulher que, ao saber da gravidez, corre pa­ra fazer cursos para parturientes, ginástica que possa ajudar no parto e marca conversas com amigas que já têm filhos. Quer acesso a todas as informações capazes de auxiliá-la na tão esperada empreitada da maternidade.
Esta mãe parece ser mais uma irmã mais velha que mãe propriamente dita. Opcionalmente arrefecida da "soberania maternal", precisa tratar o filho de igual para igual, uma vez que o que a alimenta é a permuta real, verdadeira e diversificada de assuntos e idéias. É uma mãe que vai experimentar através de várias atividades aquilo que tem mais afinidade com o filho, no intuito de que ele explore seus predicados ao máximo. Gostará de perambular por praças, parques, lugares ermos ou solitários, inteirar-se do nome dos colegas, das mães dos colegas, onde moram ou moravam, etc. e tal, prodigalíssima em aventar quaisquer nuances pertinentes à sua prole. É a legítima mãe parceira e festeira, quase uma irmã.
Falar o tempo todo é com elas mesmo! Adoram o contato com os filhos, com a família e com amigos, e não há tempo melhor gasto do que o passado em companhia dos que ama. As mães de Gêmeos raramente são cansativas, pelo contrário, cheias de imaginação, podem passar de um assunto para outro em um piscar de olhos. São bastante flexíveis, e podem mudar de idéia com bastante facilidade. Adoram moda, e não se prendem muito a estilos. Por isso, pode comprar aquela blusinha que você achou um pouco moderna demais, ela com certeza vai adorar!
A orientação da astróloga: Como não gosta de monotonia, a mãe geminiana tende a programar viagens e des­locamentos sem levar em conta que o bebê precisa de ro­tina. Isso pode deixá-lo agitado e estressar a mãe. A saí­­da é respeitar as horas de sono e os ritmos da criança. Policie-se também para não sobrecarregá-la com mil atividades - iniciação em línguas, música, natação... Ela poderá facilmente enjoar do que faz e se desinteressar. Ao voltar para casa, geminianas que trabalham fora costumam despejar um monte de perguntas em cima do fi­lho: o que fez, o que comeu, com quem esteve... Isso pro­move o diálogo, mas, em contrapartida, estimula a criança a se desenvolver mais no nível mental do que no emocional; como conseqüência, mais tarde ela talvez encontre dificuldades para expressar os sentimentos. O melhor jeito de evitar que isso aconteça é tocá-la e abraçá-la enquanto conversa com ela.


Câncer 21/6 a 21/7 
O signo de Câncer personifica o ventre, aquele que acolhe, protege, nutre. A canceriana, portanto, jamais dirá que ser mãe é padecer no paraíso - para ela, a maternidade é o próprio paraíso! Tende a curtir cada minuto da gestação e, depois que o bebê nascer, vai admirá-lo consciente de que está vivendo os melhores momentos de sua vida. Intuitiva por natureza, sabe com certeza do que o filho precisa. Seus seios fartos proverão as necessidades nutricionais e, sobretudo, emocionais da criança. Possivelmente demorará a matriculá-lo na escolinha, querendo prolongar ao máximo sua permanência dentro da concha protetora do lar. E, quando ele tiver mesmo de ir, fará plantão na porta até que se sinta seguro.
A mais mãe de todas as mães. Mãe excessiva, até. O que é a mãe? ? ? Mãe é quem protege. Protege quem perdoa. A mãe de Câncer é a mais corajosa das mães, porque, para não abandonar o filho, a antítese da maternidade, em conluio com ele, não se intimida em transgredir a universalidade, chamando para si, também, e conseqüentemente aliviando ao filho, o castigo. À mãe canceriana nada importa, a não ser sua provável omissão a alimentar a solidão do filho. Parece tentar atenuar, indefinidamente, o rigor do crescimento no mundo através de sua comunhão, numa expressão de doação cuja envergadura inexiste neste planeta em qualquer outra espécie de relação.
A principal preocupação da mãe de câncer é sua família. Se ela está bem, ela está ótima! Às vezes, tantos cuidados e atenção podem se tornar um tanto quanto sufocantes, mas os filhos devem entender que elas só fazem por amor. As cancerianas podem ficar bastante mal-humoradas caso as coisas comecem a ficar muito agitadas, por isso, quando perceber que o clima está pesando, saia de perto! Presentes relacionados à casa são uma ótima pedida.
A orientação da astróloga: Embora extremamente zelosa, a mãe canceriana precisa de apoio e segurança - desgastes maiores podem pôr em perigo valores vitais para ela, como a amamentação. É importante que o pai da criança também saiba disso e colabore. Muito dedicada ao bebê, corre o risco de deixar de lado o parceiro ou pode começar a tratá-lo de forma maternal, esquecendo a mulher que continua sendo. Fique atenta para que isso não aconteça! Cuide bem dos seios com cremes e massagens periódicas a fim de evitar flacidez posterior. Mais tarde, quando seu filho estiver um pouco mais independente, evite sufocá-lo com chantagens emocionais como: "Ah! Não quer ficar mais um pouquinho aqui com a mamãe?". 


Leão 22/7 a 22/8
Ser mãe, para a mulher desse signo, é um grande show. Se tiver condições para tanto, proporcionará do bom e do melhor ao bebê. Tudo será motivo de festa: a entrada na maternidade, a chegada em casa com o rebento, a festa do primeiro ano, do segundo... É generosa e magnânima e seu encantamento com a maternidade contagiará a todos ao redor. Aos olhos da leonina, os filhotes podem tudo. Não há regras: eles rolarão até cansar, comerão até se empanturrar e ficarão acordados o quanto quiserem. Em geral, não admite palpites de terceiros: julga-se dona da verdade e sabe o que é melhor para eles. Esta mãe prima por querer passar ao filho uma imagem positivista e vistosa, alegre, expansiva e bem-humorada. Trata-se de uma mãe assaz festiva, incentivadora, quiçá algo excessiva no chamamento dos predicados filial, reticente a qualquer censura no que tange a ele. Parece projetar seu anseio perfeccionista no filho e este precisa fazer um esforço considerável no sentido de conseguir encetar seu particular objetivo, face à persuasão materna.
Leão é signo da persuasão, do cativar, do dissuadir, em síntese, em um plano meta-erótico, Leão seduz, é o centro das atenções, e é assim que a mamãe de leão adora se sentir. São um pouco teimosas e impulsivas, e não gostam nada quando sua prole resolve discordar de suas opiniões. São ambiciosas e brilhantes, por isso, seus filhos podem achar que estão em segundo plano. Ledo engano! Como a rainha da selva, ou da família, elas adoram estar perto dos seus, e controlar tudo o que acontece à sua volta.
A orientação da astróloga: O exagero de permissividade por parte da leonina pode trazer problemas para o filho quando ele tiver que se confrontar com os limites impostos pela vida. Essa mãe possui uma personalidade forte e marcada pelo individualismo, mas, por ser generosa demais, às vezes encontra dificuldades para colocar limites. No outro extremo, precisa ter certo cuidado para não desconsiderar as necessidades da criança, sujeitando-a às suas escolhas pessoais. Fique de olho na alimentação durante a gestação e no período do aleitamento, evitando alimentos gordurosos e ganho de peso que possa afetar a coluna. No reino animal, a leoa afasta o macho para cuidar dos filhotes. Evite essa postura com o seu parceiro! 


Virgem 23/8 a 22/9
Meticulosidade e capacidade para observar todos os detalhes que uma gestação e um filho requerem são as principais qualidades dessa mãe. Ela buscará a perfeição, desde a nutrição até as pilhas de roupinhas impecavelmente arrumadas. Tanta organização, limpeza e disciplina serão transmitidas desde muito cedo ao bebê. Durante a gestação, aprenderá puericultura e pesquisará receitas caseiras de papinhas ricas em vitaminas. Mais tarde, anotará em agendas e em bilhetinhos em lugares estratégicos os horários de sono, das refeições - enfim, a rotina do bebê. Estará literalmente a serviço da maternidade em tempo integral.
A mãe virginiana tem uma especial atenção para a saúde, a assepsia e a educação. Trata-se de uma mãe seletiva e criteriosa, bastante afeita às minudências relativas ao desenvolvimento do filho, analisando e sopesando os prós e contras de qualquer situação, numa perspectiva preventiva, não admite ser pega desprevenida. Trata-se de uma parceria confiável no período estudantil e, mesmo após a indispensável graduação superior, estimula e cobra do filho, um esmero contínuo, pós, mestrado, doutorado, pós-doutorado, etc, etc, etc. . . Dificilmente não se pode contar com ela, é muito solidária, embora desconfiada, o medo virginiano é que os outros confudam solicitude com sujeição ou servilismo, até mesmo bajulação. Aí, retrai-se, talvez, definitivamente. Importa que o virginiano trabalhe melhor a falibilidade cognitiva, releve, dimensione a acuidade anelada e idealizada em si, projetada em outrem, a fim de não olhar-se perenemente como "a que foi traída". Quem não decepciona e quem já não foi decepcionado?
A praticidade das mães de virgem podem irritar os filhos mais sonhadores e menos convencionais. Querem sempre tudo muito organizado, por isso, ai daquele que não arrumar o armário e deixar as toalhas em cima da cama! Apesar de, muitas vezes, parecerem uma rocha de tão sólidas, são na verdade muito emotivas e estão sempre prontas a ajudar!
A orientação da astróloga: A dedicada mãe virginiana precisa tomar cuidado para não perder as rédeas da própria vida. Tanta mania de perfeição pode torná-la crítica demais e, conseqüentemente, ansiosa. Durante a gestação, prefira alimentos mais leves, ingeridos em intervalos menores, para não sobrecarregar o sistema gastrintestinal. Cuide igualmente do sistema nervoso fazendo exercícios de relaxamento que permitam afrouxar o ritmo intenso ao qual se obriga. Atividades como jardinagem e ikebana ajudam a aliviar as tensões. Evite projetar no bebê as suas exigências ou ele sentirá que precisa estar o tempo todo certo - o que, além de impossível, é muito angustiante.


Libra 23/9 a 22/10 

O equilíbrio e a harmonia em relação aos que a cercam são conceitos-chave para a libriana. A imprevisibilidade de uma gravidez e da rotina com o bebê, especialmente quando recém-nascido, pode deixá-la insegura, já que gosta de ter tudo sob controle. Para lidar com isso, ela tende a reprimir os sentimentos negativos e a tocar a vida com ponderação, sempre preocupada em tomar as melhores decisões. Com o filho também será assim. Romântica, idealizará para ele um mundo harmonioso e feliz. Fará o impossível para lhe dar a melhor escola e as melhores atividades. Para essa mãe, a suavidade das cores e do ambiente onde o bebê será criado é fundamental.
Perspectiva mental amena, voz melódica, discreta, afável. A mãe de Libra jamais usa da coerção, da autoridade ou da intimidação. Prefere o diálogo, a explanação e escuta bastante no seu afã de preservar a qualidade da relação. Não admite perder o controle e portar-se grosseiramente, ser abrupta e intempestiva. Dotada de elevado senso estético, é exigente quanto a indumentária, querendo sempre passar o melhor de si. Geralmente teme em demasia ser uma voz dissonante, o que, no seu anseio de se sentir inserida, aceita, não excluída, pode dificultá-la dizer não. Dá uma excessiva relevância aos sentimentos e opiniões alheios acerca de si própria, almejando onipresentemente agradar e subordinando bastante a aferição do seu mérito em função dessa capacidade.
Para apartar brigas entre irmãos, nada melhor que uma mãe de libra. Justas e objetivas, não deixam uma injustiça passar em branco. São bastante românticas e estão sempre prontas a oferecer carinho e compreensão aos filhotes indecisos. A família tem grande importância para as librianas, e são bastante sociáveis e expansivas. Detestam ficar sozinhas, por isso, lembre-se sempre de telefonar e visitá-las sempre que puder!
A orientação da astróloga: Ao tentar manter tudo na vida em equilíbrio, a mãe libriana sofre um desgaste profundo. A aparente desordem fará com que a balança penda para a desarmonia. Corre o risco de assaltar a geladeira à noite ou esconder caixas de chocolate sob a cama, num reflexo do desejo de ocultar do mundo o desequilíbrio em que se encontra. O bebê poderá captar o que você está guardando e expressar a própria angústia por meio de um choro sem razão aparente. É bom posicionar-se e descer do muro, uma lição que, apesar de difícil, será absorvida por seu filho durante o crescimento e valorizada pela sociedade mais tarde. Beba bastante água ao longo da gestação para que seus rins funcionem bem e faça muitos exercícios respiratórios, que irão ajudá-la a aliviar as tensões. Saiba conter-se em relação ao desejo de consumir doces.

 
Escorpião 23/10 a 21/11 
A maternidade, para a mulher de Escorpião, é um ritual de transformação importantíssimo em todos os sentidos, um verdadeiro renascimento: ela deixa de ser simplesmente uma mulher e torna-se a mãe. Por essa razão, precisa ser uma escolha muito consciente, nunca imposta. Uma vez decidida, ela dedicará toda a sua força e energia para trazer ao mundo crianças tão fortes quanto ela. A intensidade emocional dessa mulher, aliada à capacidade de perceber sentimentos não verbalizados, lhe dará a possibilidade de criar uma conexão poderosa, quase inconsciente, com o filho. Seus impulsos instintivos a tornam águia fiel a seu ninho, que vai se lançar das alturas mergulhando determinadamente em busca daquilo de que seus filhotes precisam.
A mãe de escorpião, em um aspecto mais brando, assemelha-se a uma instrutora militar. Instrui e adestra o filho, imprimindo-lhe resistência e disciplina nos âmbitos material e emocional, consciente da transitoriedade de sua proteção. Às vezes, a mãe escorpiana, no seu zelo preventivo, vê "piolho em cabeça calva", estimulando no filho uma exacerbada auto-defensividade, dificultando-lhe relaxar e abrir-se de fato para "o receber", monopolizando, assim "o dar" - ou mando.
Mães de Escorpião querem sempre ir fundo em cada questão. Não ache que elas vão esquecer fácil, porque não vão. Enquanto não verem uma situação resolvida, não vão descansar. Por isso, a melhor maneira de lidar com essas mulheres fortes e destemidas, é a sinceridade e objetividade. Perfumes, um bom restaurante e flores vão agradar essas mamães apaixonadas e que fazem de tudo para proteger seus filhos!
A orientação da astróloga: A mãe escorpiana deve deixar fluir mais seu senso de humor - um pouco de leveza na forma de ver a vida vai ajudá-la na maternidade. Durante a gestação, pode ser tomada por sentimentos contraditórios. Por essa razão, acompanhamento terapêutico será bem-vindo, auxiliando-a inclusive a lidar com as transformações advindas da gravidez e da chegada do filho. Procure falar mais sobre como se sente em vez de se fechar em suas mágoas. Nada de alimentos picantes, já que tem forte tendência a formar hemorróidas. Alimente-se com vegetais e leguminosas para facilitar as funções intestinais. Hoje e no futuro, atenção para não querer controlar cada momento da vida de seu filho. Você se dá totalmente, mas exige o retorno. 


Sagitário 22/11 a 21/12
A maternidade irá expandir ainda mais os horizontes da já aventureira sagitariana. Primeiro no ventre, depois em bolsas tipo canguru, essa mãe vai carregar seu bebê por toda parte, transformando-o em parceiro de suas peripécias. Cheia de energia, tende a superar seus limites e a enfrentar com bom humor as situações mais complicadas. Ela será a maior incentivadora do desenvolvimento do filho, estimulando-o a andar rapidamente, a falar e a contar, sempre acompanhando cada progresso com a mesma disposição motivadora.
Uma mãe extremamente ciosa da soberania do filho, avessa a subalternidade, inda que transitória, inobstante necessária, deve exercitar-se para permanecer isenta, uma vez que tende a abraçar causa para a qual auto-solicita-se. A confiança tida em si mesmo deve ser propelida a outrem, através da paciência com o particular processo do outro. Como toda a mãe, é incentivadora, amiúde excessiva, sendo que, o exagero funciona nas duas direções: maravilha-se e faz tempestade em copo d'água. Trata-se de uma mãe aventureira, nômade, expedicionária, navegadora, nas suas múltiplas formas, estimulando salutarmente a curiosidade e anseio de esclarecimento do filho. Sagitário busca a Luz do esclarecimento, anela por uma magnanimidade, uníssona, generosa. Mas deve ter paciência com o detalhe, a minudência, aquela "pequenez" que, sorrateira, ri-se, parece, de qualquer labor na buscar do Amor e do enobrecimento. O fogo busca a nobreza, onde estão a singeleza e o poder usado com maestria, a maestria da sabedoria anelada pelo sagitariano.
Intelectuais e inquisitivas, as mães de Sagitário estão sempre em busca de desafios e novidades. Mudanças não as abalam, por isso, não se preocupe em anunciar mudanças de plano de última hora. Têm a mente aberta, e aceitam de bom grado os sonhos de seus filhos. Não tentam impor sua opinião, mas sempre têm um bom e sábio conselho para a jovem e inexperiente prole.
A orientação da astróloga: Durante a gestação, tente administrar melhor sua energia - afinal, descansar faz parte do processo, mesmo sendo quase uma missão impossível para a turbina da mãe de Sagitário. O abuso de alimentos gordurosos pode fragilizar o fígado, então não é exatamente a gravidez que acabará provocando enjôos. Exercícios aeróbicos, como a caminhada, podem fazê-la se sentir melhor, desde que bem orientados e praticados com moderação. Depois, procure alongar-se, dando especial atenção às coxas e à região do nervo ciático. Em relação ao bebê, lembre-se de que ele tem limites - ainda é pequeno e vai demorar muito a crescer. Embora sua alegria seja contagiante para ele, precisará de sua presença protetora, maternal, e não deve ser tratado como gente grande. 


Capricórnio 22/12 a 20/1 
Quando a maternidade chegar para a capricorniana, ela se revelará uma mãe zelosa e disciplinada, do tipo que não deixa nada por fazer e providencia para que nada falte ao bebê, inclusive do ponto de vista material. Séria e batalhadora, levará a maternidade de forma responsável e prática. Num primeiro instante, tanta praticidade poderá ser confundida com frieza, o que não é verdadeiro: trata-se de uma mulher cheia de preocupações em relação ao recém-chegado, que não admitirá nenhum deslize por parte dos que a ajudam. Vai cobrar e ficar de olho na cria mesmo! Seguirá horários e instruções do pediatra rigorosamente. Suas tendências conservadoras vão se refletir em roupinhas comportadas, nada espalhafatosas, para o bebê.
Regida pelo econômico Saturno, a mãe capricorniana cuida para que o filho enquadre-se modelarmente naquelas normas e convenções que norteiam as relações humanas. Responder às exigências qualificativas do mundo é sua precípua preocupação, intuindo proteger o filho de qualquer risco de exclusão, medo capricorniano e libriano. A mãe de capricórnio confia basicamente no seu trabalho, na sua labuta e conduzirá o filho para áreas de ação vocacional já consagradas: direito, arquitetura, administração, contabilidade, enfim algo o mais breve possível prático, uma vez que receia expor-se, fica à mercê de depender dos outros, projetando obviamente no filho esse receio. Obviamente porque todos projetam em todos, variando apenas o grau. Ninguém só age e ninguém só reage. Poderia ser a mãe de capricórnio mais brincalhona, absurda, espontânea e relaxada, física e tactilmente afetuosa, não exacerbando a manifestação da preocupação-proteção tão somente nos seus aspectos estruturais como um todo, pensando em demasia no amanhã. Há que viver mais o pequeno e pseudo-inútil instante.
A preocupação das mães de capricórnio com a carreira e vida social pode levar seus filhos a pensar que não são assim tão importantes em suas vidas. Isso não poderia estar mais longe da verdade. É a certeza de um lar seguro e uma família feliz que as faz ter coragem para ousar e perseguir seus sonhos. Podem ser bastante conservadoras, por isso, cuidado ao anunciar novidades não muito convencionais!
A orientação da astróloga: Agitada e cheia de compromissos, a mãe capricorniana precisará deixar claros seus limites pessoais aos que a cercam para não sacrificar a si mesma e às coisas que lhe são importantes, como a profissão. Durante a gestação, capriche na ingestão de cálcio e magnésio e não dê ouvido a papos negativos que possam perturbar sua paz de espírito. A coluna é um ponto de impacto, refletindo a inflexibilidade característica do signo. A prática de ioga deve ajudar. No convívio com o bebê, permita que ele quebre sua rigidez e seriedade. Lembre-se de que o excesso de cuidados pode tornar a criança insegura e deixe que ela viva cada fase sem exigir que se comporte como um adulto antes da hora. 


Aquário 21/1 a 19/2
Afável e muito fraterna, a mãe aquariana compartilhará sua gestação com os amigos de forma bastante festiva. Todos participarão desse momento tão importante para ela. Livre de tabus, tomará sol na praia sem inibições mostrando feliz o barrigão. Tende a tornar-se a maior torcedora pelo sucesso da criança e acompanhará cada passo como verdadeira amiga. É a mãe da nova era, aberta a tudo que seja moderno ou alternativo, a novas tendências, caminhos holísticos e filosofias que valorizem a total liberdade do pequeno, preparando-o para o mundo lá fora.
Trata-se de uma mãe que estimulará a diferença no filho, isto é, passará para este o horror da massificação, tendo que ter cuidado, inclusive, para não torná-lo excessivamente seletivo, excludente, competitivo, vanguardista, aviltando a principal característica de Aquário que é a igualdade na diversidade, isto é, trata e se relaciona com cada um independente de qualquer variação econômico-cultural. Face o apreço pela igualdade, a postergará até, tendo que observar para não faze-lo em demasiado. Como pertence ao elemento ar, usará bastante o diálogo antecipado com o filho, sempre ressaltando: "prevenir é melhor que remediar.
Mentes abertas um intelecto pra lá de rápido, assim são as mamães de aquário. Os filhos mais conservadores podem encontrar certa dificuldade em lidar com mães tão libertas e decididas, mas devem procurar se orgulhar da rebeldia e visão que essas mulheres possuem. As aquarianas podem parecer um pouco distantes e reservadas, mas isso não significa de maneira nenhuma que são indiferentes. Elas são apenas um pouco reservadas, e preferem falar apenas o necessário
A orientação da astróloga: A aquariana precisa fazer uma atividade física diariamente durante a gestação para estimular a circulação sanguínea. Ao longo do dia, sempre que puder, coloque as pernas para o alto e descanse-as por alguns minutos. Massagens nos tornozelos são providenciais para dissolver tensões e inchaços. Procure fazer exercícios respiratórios com freqüência. A impessoalidade desse signo gera uma aura de indiferença e distanciamento; por isso, enquanto estiver com seu bebê, curta-o na totalidade, sem dispersar a atenção com outras pessoas ou afazeres. Desligue o telefone e o celular na hora da amamentação. É muito importante saber ouvir as pessoas certas, já que você é muito aberta a todos


Peixes 20/2 a 20/3 

Intuitiva e sensível, a mãe de Peixes estabelece, já no ventre, uma conexão de totalidade com seu peixinho, uma verdadeira sintonia umbilical que perdura após o nascimento e por toda a vida. Importa-lhe apresentar ao bebê um mundo acolhedor e doce, cheio de encantamento e fantasias. Há uma bondade na pisciana que contagia qualquer pessoa, a começar pela criança. Acolhido por uma mãe de Peixes, o bebê tende a ser cheio de dengos e estratégias de sedução. Sua adaptabilidade permitirá que lide bem com qualquer problema, improvisando saídas para as situações mais complexas.
Instintivas e sonhadoras, as mães de Peixes podem parecer que vivem em outro mundo. Adoram coisas criativas e inovadoras, e não dão tanta importância à razão e lógica. As piscianas têm um sexto sentido extremamente desenvolvidos, o que vale de aviso para os filhotes: pensem duas vezes antes de tentar mentir e enganar a mamãe! Elas adoram ajudar a família, e estão sempre prontas a se sacrificar por aqueles que ama.
Junto com a mãe canceriana, é a mais devotada das mães. A grande e grave seríssima busca do sentindo, de sentir-se de fato significativa no mundo, é uma necessidade pisciana, por isso é o signo da medicina. Peixes, passivo por natureza, mexe-se tão somente quando da sua ação resulta algum tipo de bem para outrem. Em relação a si é relapso e, espantosamente, jacta-se dessa auto-negligência crendo-a desprendimento. A mãe de Peixes propende a uma auto-anulação exagerada, a qual coloca uma igualmente exagerada responsabilidade no filho. Ela duvida da qualidade do que sai dela e tenta compensar através da quantidade, asfixiando-o. Por isso, de grande valia é a confiança no mérito e desligar-se da urgência da prova.
A orientação da astróloga: Completamente envolvida com o bebê, sobretudo quando recém-nascido e ainda sem ritmos definidos, essa mãe pode ter suas energias exauridas. Como os pés são seu ponto frágil, colocá-los para cima e receber massagens na sola podem ajudá-la a ter mais pique. A técnica de Shantala é muito benéfica - inclusive para a criança. Procure alimentar-se bem e cuidar de seu sistema imunológico. Evite sentimentos de autopiedade, que surgem quando você se fragiliza em excesso. É difícil para você, mas, mesmo assim, procure delegar algumas tarefas.

Fonte: http://lagrimas-no-silencio.blogspot.com

Felizes.. até q a barriga os separe..rsrs

A noite está sendo terrível para dormir, viro de lado a noite inteira, levanto muito pra ir ao banheiro e acordo toda vez q meu marido me dá uma bundada na barriga (de leve, mas o instinto já avisa pra proteger..rsrs).
Essa manhã ele levantou e soltou uma pérola: "É amor estamos unidos, até q a barriga nós separe!", eu não aguentei de tão engraçada a cara dele falando..rsrs

E o pior q é verdade, não nos abraçamos como antes, bem forte, pq a barriga atrapalha.. Mas está acabando.. falta 3 semanas e meia!! Ai meu Deus!!



Scrapbooking at WiddlyTinks.com
Digital Scrapbooking Photo Tinks by WiddlyTinks.com
Related Posts Plugin for WordPress, Blogger...

Nosso anjinho crescendo

Lilypie - Personal pictureLilypie First Birthday tickers

Desde sempre

Daisypath - Personal pictureDaisypath Friendship tickers